Segundo a Medicina Chinesa a depressão é uma experiência subjectiva com diversos sintomas associados. A causa da depressão é uma alteração no organismo da pessoa. Os sentimentos negativos, a falta de auto-estima, a melancolia, a solidão, a inibição de viver, a falta de motivação e prazer em actividades que antes eram agradáveis são exemplos de sintomas que se podem manifestar numa depressão.

A Medicina Chinesa correlaciona a depressão com a Teoria dos Cinco Movimentos, ou seja, com o elemento Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água que estão associados a órgãos, vísceras, emoções e todos os estados cíclicos da natureza.

Podemos agrupar a depressão em seis padrões e diferenciar os seus sintomas:

  1.  Vazio de Sangue: é comum acontecer na depressão pós parto com sintomas de exaustão.
  2.  Elemento Madeira (Fígado): irritabilidade, agressividade e violência, pessoas impulsivas e que tomam decisões demasiado rápidas.
  3.  Elemento Fogo (Coração): euforia, bipolaridade, falta de entusiasmo pela vida, dificuldade em expressar sentimentos e afectos.
  4.  Elemento Terra (Baço): tiques e pensamentos obsessivos compulsivos, preocupação por antecipação.
  5.  Elemento Metal (Pulmão): sentimentos de resistência à mudança, a separações, isolamento, medo de perdas, tristeza extrema, sentimentos de suicídio.
  6.  Elemento Água (Rim): sentimentos de fracasso e de baixa auto-estima, falta de força de vontade e de iniciativa.

Para a Medicina Chinesa, a depressão pode ser definida como uma fraqueza orgânica do corpo. Muitas pessoas deprimem sem reconhecer os sintomas. O stress, a tristeza, assuntos mal resolvidos, preocupações excessivas, o excesso de trabalho são factores que podem dar origem a uma depressão.

O tratamento da depressão através da Medicina Chinesa vai depender da condição que domina a pessoa, ou seja, o terapeuta terá que examinar qual os sintomas, emoções e sinais que existem, para formular um plano de tratamento mais adequado.

A Acupuntura e a Fitoterapia têm bons resultados, mas deve ser combinada com outras terapias, como por exemplo acompanhamento psicológico e pela tomada de consciência do problema de uma forma lógica, exercício físico para purificar o corpo, regularização do trânsito intestinal através de um plano alimentar adequado são o passo inicial para uma vida mais equilibrada e sem depressão!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *